Pode o corpo gordo praticar Yoga?

Desde sempre, a sociedade em geral nos ensina a odiar nossos corpos seguindo um padrão ilusório de beleza, e nos fazendo crer que somente esse padrão é o que tem que ser seguido. Mas isso não é verdade. Todos somos diferentes um dos outros e os corpos tambem seguem essa diferença.

Por anos odiei meu corpo e o maltratei de diversas formas. Praticando dietas que não funcionaram, levei meu corpo a exaustão de exercícios, tomei remédios para emagrecer, fiz redução de mama, hidrolipos agressivos, tudo pra tentar se encaixar nesse padrão que não existe, e sempre em busca de emagrecimento e não de saúde. Nessa busca, por mais que pesasse pouco, não tinha saúde — foi uma época que minha saúde era péssima. Até que eu conheci uma prática libertária, de auto cuidado e auto conhecimento chamada yoga.

Foi nela que me reconectei com meu corpo. Foi nela que descobri o amor próprio. Foi nela que entendi de fato que está tudo bem ter um corpo gordo, afinal, somos diferentes e que a palavra gorda não é um xingamento e sim uma forma, a forma que é o meu corpo. A partir da yoga pude me vivenciar e me reconectar com meu íntimo, com minha mente e com o meu corpo. Foi ali que aprendi que saúde é ter um corpo saudável independente do tamanho que ele seja.

Hoje eu peso 110 kgs, tenho 40 anos e estou na minha melhor fase de saúde física e mental e em uma relação saudável e amorosa comigo mesma.    Literalmente aos 40 anos consigo dizer, pela primeira vez na vida, que sou eu quem faço minha história. Mas pra isso precisei mergulhar em extremos profundos, conhecer meu ego, minha raiva, meus limites. Me deparar com meus medos e ansiedades. Me despir de todo embutimento da família e sociedade. Sentir a dor em meu limite mais extremo. Fazer rupturas. Fazer rachaduras. E disso tudo saber o que realmente é meu, quem realmente sou eu. 

Feliz de ver e sentir essa mulher que sou, os limites que rompi e saber que tô só engatinhando ainda, tem um universo todo por vir. Valeu yoga por mostrar autoconhecimento, amor próprio, liberdade, autonomia e equilíbrio e mostrar pra todo mundo, mesmo esse mundo dizendo o contrario, que yoga é para pessoas gordas também!

Por Vanessa Joda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *